Viagra (Azulzinho) – Como Funciona, Efeitos, Preço, Quando usar?

Quero começar esse texto com uma pergunta importante? Você está satisfeito com seu desempenho na cama? Que tal ter uma transa AINDA MAIS LONGA? O segredo está aqui ► Clique enquanto ainda está no ar…

O Viagra, conhecido popularmente como azulzinho, é um estimulante sexual capaz de aumentar o libido e garantir ereções muito mais duradouras. O remédio revolucionou o sexo quando lançado, em 1998 pela Pfuzer, e abriu a discussão para temas tabus como a impotência sexual entre homens e mulheres.

De acordo com dados da Food and Drug Administration (FDA) somente nos Estados Unidos, já foram 65 milhões de prescrições do Viagra original. De lá para cá várias outras opções de remédios entraram no mercado como uma alternativa ao azulzinho, que já foi motivo para muitas polêmicas – principalmente devido à casos de infarto envolvendo o uso.

Com tantas opções no mercado, fica difícil saber qual Viagra escolher. Para te ajudar nesta função, confira aqui um manual completo de como funciona o Viagra desde o momento da escolha até quais resultados esperar.

viagra

Como funciona o Viagra

O medicamento foi inicialmente produzido para tratar angina em homens e mulheres, um problema na artéria. Porém, observou-se o relato masculino de ereções duradouras após utilizar a substância. A curiosidade levou o laboratório a testar então o remédio para esse fim, que descobriu os efeitos do Viagra pra esse fim.

Em 1998 que ele começou a ser utilizado para combater a disfunção erétil. Isso é, com o fluxo de sangue maior, os homens têm resultados surpreendentes para fazer Viagra  ser usado em outras funções, como varia de pessoa paras pessoa, é preciso consultar sua saúde sexual e obter e manter o diagnóstico médico.

O Viagra é capaz de aumentar o fluxo sanguíneo para o pênis, quando há um estímulo e a excitação. Ele não gera ereções indesejadas e sem estímulos. A dose pode variar entre 25mg até 100 mg em cada comprimido. Só um médico pode indicar o ideal para cada paciente. O ideal é iniciar a dosagem de 25 mg e aumentar progressivamente caso não surjam os efeitos desejados. Não recomenda-se ultrapassar o limite de 100 mg diários, somando a dosagem de todos os comprimidos tomados.

Por exemplo, se o indicado para você for 50 mg, é possível tomar no máximo dois comprimidos por dia. Caso necessite de doses mais fortes, recomenda-se apenas uma drágea por dia. Isso porque o Viagra pode durar por até 12 horas no organismo. Os comprimidos pode ter 25 mg, 50 mg e 100 mg.

Quanto tempo leva para fazer efeito

O remédio demora uma média de 30 e 60 minutos para fazer efeito em homens que têm disfunção erétil. Na bula regulamentada pela Anvisa, a empresa que comercializa diz que cada comprimido de 50 mg precisa ser tomada com pelo menos uma hora de antecedência da relação sexual para que se consiga ter os efeitos durante o sexo.

Por quanto tempo faz efeito

A duração do Viagra varia conforme o usuário, no entanto, estima-se que a substância tenha ação por uma média de 1 a 5 horas no organismo. Os efeito colaterais podem ser ainda mais duradouros. A substância (sidenafil) pode permanecer no sangue por até 12 horas.

Viagra e Azulzinho é a mesma coisa?

O Viagra recebeu o apelido de azulzinho devido às drágeas dessa cor, que possuem um formato de losango diamantado. Ele é usado para combater várias doenças, mas é indicado principalmente como tratamento da disfunção erétil. Os azulzinhos fazem referência a medicação da Pfizer, a primeira substância regulamentada para o tratamento de impotência sexual.

Como usar – Posologia

Para que ele seja absorvido pelo organismo de forma eficiente, é preciso se alimentar bem uma hora antes de consumir o comprimido. Porém, evite alimentos muito gordurosos, como carnes vermelhas. Ela pode dificultar a absorção das drágeas.

A dose recomendada é de uma drágea única de 50, que pode ser adquirida sem prescrição médica em farmácias. O máximo recomendado é de 100 mg e a frequência máxima é de uma vez ao dia, de acordo com orientações da bula da Pfizer.

azulzinho

Viagra funciona mesmo?

Muitos homens que testam a fórmula e até a própria bula do remédio alerta que tomar Viagra não é garantia de sucesso.

Alguns casos de impotência sexual e ejaculação precoce podem ser até piorados com a fórmula, outros podem se sentir desconfortáveis por conta do efeito colateral que diminui a sensibilidade do pênis.

Efeitos Colaterais

Como qualquer outro medicamento, o Viagra também possui efeitos colaterais. O remédio comercializado pela Pfizer tornou-se conhecido como perigoso por conta da extensa lista de efeitos colaterais e casos de infarto durante a relação sexual.

Abaixo seguem os efeitos colaterais informados pela bula oficial:

  • Cefaleia;
  • Náusea;
  • Rubores faciais;
  • Alterações da Visão;
  • Infarto;
  • Arritmia Cardíaca;
  • Desmaio;
  • Falta de sensibilidade no pênis;
  • Ansiedade;
  • Mal-estar.

Efeitos colaterais como o priapismo são raros. A condição envolve uma ereção dolorosa que dura por mais de 4 horas. Se isso ocorrer, procure com urgência um médico. Apesar de incomum, combinar o Viagra com drogas ilícitas e outros medicamentos pode favorecer para que o problema surja.

Viagra é perigoso?

Os sintomas listados abaixo são bastante raros, mas ao apresentar algum deles é importante visitar um médico com urgência.

  • Ereção dolorosa ou com duração de quatro horas ;
  • Perda de visão;
  • Tontura;
  • Dor no peito;
  • Batimentos cardíacos irregulares
  • Inchaço nas mãos, tornozelos e/ou pés
  • Náuseas e mal-estar.

O Viagra é relativamente perigoso. O uso do azulzinho original deve ser feito somente com prescrição médica, para garantir que não haja mais decepções do que benefícios durante a relação sexual.

Contraindicações – Quando não usar?

Devido os efeitos colaterais de aumento da pressão arterial, o Viagra da Pfizer não deve ser usado por pessoas que contenham hipertensão, problemas cardíacos ou histórico de doenças cardiovasculares na família. 

Não devem tomar a fórmula:

  • Doentes graves do coração ou do fígado;
  • Pacientes que tenham sofrido derrame a pouco tempo;
  • Homens com pressão baixa;
  • Pessoas com doença retinite pigmentosa;
  • Pacientes em tratamento com medicamentos que contenham forma de óxido nítrico, nitratos ou nitritos.

Não recomenda-se o uso de nitroglicerina e outros nitratos para pacientes que tomam Viagra. A pressão pode baixar consideravelmente, aumentando o risco de ataque cardíaco e AVC’s. Nesse caso, você pode procurar outras fórmulas e medicamentos para que a disfunção erétil seja tratada com eficácia e sem por em risco a sua saúde.

Também não o utilize em conjunto com alfa-bloqueadores, comumente utilizados no tratamento de pressão alta e tratamentos de próstata, pois podem causar hipotensão severa em conjunto.

Evite tomá-lo juntamente com refeições gordurosas, que atrasam a absorção dos componentes. Recomenda-se não comer carnes vermelhas, frituras e outros tipos de gorduras próximo ao horário em que for tomar as drágeas do azulzinho.

Viagras Naturais – As melhores opções

Depois de quase 20 anos da revolução do Viagra foram lançados opções naturais do remédio que proporcionam resultados muito semelhantes sem tantos efeitos colaterais.

Já mostramos aqui as melhores fórmulas de  Viagras 100% naturais que não agridem o organismo e ajudam no tratamento de disfunções sexuais. O mais popular é o Xtrasize:

Xtrasize

Esse produto está há mais de 7 anos no mercado e é o substituto ideal do Viagra. Você não precisa de receita e nem indicação médica para começar a tomar o Xtrasize. E os resultados virão na velocidade da luz! Você só encontra o Xtrasize pela internet, e para fazer a sua compra, basta clicar aqui (esse é o link da loja OFICIAL do produto).

O tratamento simples e vai ter ajudar nos seguintes aspectos:

  • Ereção Prolongada
  • Fim da Ejaculação Precoce
  • Aumento do Libido (vontade de transar mais)
  • Performance de Ator Pornô
  • O seu Pau vai Explodir!

Comprar Xtrasize

 

Quando usar?

A impotência sexual afeta milhares de homens.  Ela envolve a dificuldade de manter uma ereção até o final da relação ou até mesmo não consegue iniciá-la. Assim impossibilita-o de proporcionar prazer e até mesmo atingir orgasmos. O mal causado pela impotência não é apenas físico, mas também psicológico, afetando diretamente a auto-estima dos homens.

A ejaculação precoce e impotência podem aparecer com qualquer idade e pra tratar é sempre preciso consultar um médico que irá avaliar a causa do problema. Viagra é o medicamento mais conhecido e utilizado hoje para impotência sexual, sendo muito popular em todos os países e o primeiro remédio à solucionar o problema.

Ele é indicado para homens ou mulheres que procuram:

  • Aumentar o tempo da relação sexual;
  • Tratar a ejaculação precoce;
  • Aumentar o libido;
  • Manter uma ereção por mais tempo;
  • Aumentar o desempenho sexual;
  • Conquistar o potencial máximo de ereção do pênis;
  • Conseguir ter uma ereção.

Ele também não é um medicamento exclusivo para idosos. Qualquer pessoa pode utilizá-lo para tratar a impotência sexual e outras disfunções erétil, desde que prescrito por um médico.

viagra preço

Viagra Preço – Quanto custa?

Há uma infinidade de estimulantes sexuais disponíveis no mercado, alguns mais seguros, são mais caros. O Viagra Genérico compostos de citrato de siladenafila  pode ser encontrado nas farmácias por um preço de R$ 20,00 a R$ 60,00. O da Pfizer chega a custar R$ 80,00.

Alternativas 100% naturais e seguras geralmente vendidas na internet são um pouco mais cara, mas oferecem mais sigilo e segurança para o usuário.

Lembre-se: antes de tomar o viagra certifique-se de que esta é a melhor opção para o seu caso e que o seu caso não pode ser resolvido com estímulo sexual e técnicas naturais para eliminar a impotência.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (32 votes, average: 4,22 out of 5)
Loading...

Leave a Reply